sexta-feira, 26 de julho de 2013

Resenha: O Substituto

por: Brenna Yovanoff


Sua vida? pacata.
Sua cidade? Tranquila.
Seu futuro? Incerto.
Seu Passado? Obscuro.


Parece que nós, mortais, somos os únicos a querer  viver aventuras, conhecer civilizações  antigas e mundos governados por princesas. É, parece que, apenas nós, queremos isso. Por que então  o nosso querido personagem Mackie Doyle não se alegra nem um pouquinho com essa ideia de liberdade e novidades ? Porque o nosso amigo Mackie é um pouquinho diferente...

Mackie sempre soube que fora “adotado”, não de um jeito normal, mais para um jeito... deixado em um berço humano para tentar ter uma vida humana. O garoto é um substituto. Foi trocado pelo verdadeiro filho da família Doyle, há dezesseis anos. Agora, ele corre contra o tempo para descobrir por que ele é o único da cidade, e o único que conhece, que tem uma terrível alergia a sangue, solo consagrado e ferro.  Ele não queria nada disso, apenas queria ser normal. Um dos adjetivos que menos  se encaixam no garoto.

 Não podemos dizer que ele também não tinha amigos, é claro que  tinha, eles até tinham se acostumado com seu jeito sinistro e com seus olhos  tão negros quanto a noite, nunca perceberam, mas nunca houve um humano com tais olhos. Eu disse humano?  Um desses seus amigos se chamava Tate, uma garota um tanto estranha, mas humana, isso posso garantir. Quando a irmã da garota, a sorridente e rechonchuda Natalie, desapareceu, ninguém pareceu  se importar, o que é um tanto sinistro. Por que eles não se preocupam  com a garotinha? Porque essa cidade se chama Gentry (e nessa cidade coisas assim sempre aconteceram e sempre acontecerão, os moradores apenas pararam de lutar).

Tate sabia que não tinha ficado louca, que a sua irmã tinha sido SIM sequestrada, mas ninguém a ouvia, apenas Mackie, ele sim ouvia, mas não fazia nada.

Quando ele começa a descobrir suas origens e sobre o submundo que existe embaixo da escória de lixo da cidade, ele percebe que o segredo que Gentry esconde é muito mais escuro e podre do que imaginava,  que quando as pessoas botavam amuletos em frente a suas casas, não eram apenas  superstições bobas.

O garoto descobre a Casa do Caos, uma mini civilização que mora sob a escória de lixo, que é governada por uma menina princesa e habitada por garotas-cadáveres. Ele percebe que quando está com essas  pessoas tão estranhas, ele se sente em casa, o que não deveria acontecer, certo? Mackie não deveria se sentir assim, pois ele tinha uma família, ele tinha um lar, ele era human... Ele era? O que Mackie era? Isso, ele não sabia, a única coisa que ele sabe é  que o futuro da irmãzinha de Tate está em suas mãos, assim como o futuro de todos o moradores da cidade.

Uma história um tanto agradável quanto estranha,  doce e amarga. Demostra o amor e  a solidão que juntas  se misturam ao segredos mais escuros de uma cidade que tem medo de seu passado.  Com um começo um tanto lento, a história demora um pouco para chegar ao seu ápice,  mesmo quando chega, não é, de toda emoção e inesperado.  Claro, tem um ótimo suspense, que é carregado com muito esforço até o final, este por sua vez  é um tanto abrupto, nada muito extravagante e que desde o início foi esperado.  Uma boa leitura, pra uma sessão da tarde, quem sabe !!
 
 
Espero que tenham gostado...
Deixem seus comentários sobre o livro e até mais.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Promoção Férias Apaixonantes !






Booooa noite pessoal, hoje vamos fazer o PRIMEIRO sorteio do blog !
Bom, para começar iremos sortear um coração de pelúcia vermelho (o da foto acima :p ).

As Regras:

* A promoção começa no dia 17/07 e termina em 27/07;
* É obrigatório possuir um endereço fixo no Brasil;
* Caso você seja sorteado, receberá um e-mail e se não houver responda em até 48 horas, será feito um novo sorteio;
* Curta a página do blog no Facebook;
* Deixe um comentário nesse post;
* Siga publicamente o blog;
* O Books Academy não se responsabiliza por extravios ocorridos durante a entrega.
a Rafflecopter giveaway


Promoção encerrada !
Parabéns a vencedora Isabela F.
Entraremos em contato e esperamos a resposta por até 48 horas a partir do
envio do e-mail. Se não houver retorno da participante realizaremos um novo sorteio.

Obrigado pela participação de todos e esperem nossas novas promoções :D

Tag #1 - Meu Marido Literário


     Ooi gente, hoje venho postar o primeiro selinho no qual o blog foi indicado, quem mandou essa Tag foi a Ingrid do blog Meu Mundo em Letras , obrigadinhaa pela indicação *-*.  Então, aí vai :


     Quais as Regras:
 
      Responder as perguntas
 
       Indicar 5 ou mais blogueiras
 
  Citar quem lhe indicou


As  perguntinhas:

 1. Quais características faz que um personagem entre em sua lista de "Maridos"

2. O que menos te atrai em um personagem ?

3. Quem é seu atual Marido Literário?


Minhas respostas:


1. Além de seu maravilhoso sotaque russo, ele é atencioso, carinhoso e romântico (do jeito dele né...)

2. Ser cabeça dura ao extremo, quando não ouve a opinião dos outros (Rose).

3. O lindo russo Dimitri Belikov.

  

Os blogueiros indicados:
 
 
 
 
 
Espero que tenham gostado, e não esqueçam de comentar quem é o seu Marido Literário atual .
Beijoos.
 

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Resenha: Starters

por: Lissa Price



Uma garota com uma escolha terrível.
Seus pais? Mortos.
Seu irmão? Doente.
   Sua saída ? Ser vendida para ser outra pessoa.
Em quem ela pode confiar ? Ninguém.





       Todas as pessoas entre 20 e 60 anos morreram  quando as bombas de esporos estouraram. Callie Woodland, seu irmão Tyler e seu amigo de longa data Michael, foram uns dos tantos órfãos que sobreviveram a Guerra dos Esporos, por se tratarem de um grupo de risco assim como os idosos,  se vacinaram antes, e os únicos que continuaram vivos.

      Agora os órfãos, oficialmente Starters, tem que se virar para tentar  ficar longe dos inspetores, homens e mulheres  que trabalham para o governo para levar os desabrigados ( crianças e adolescentes que perderam seus pais) para as tão temidas Instituições. É  isso que mais atormenta Callie, que tenta arduamente cuidar de seu irmãozinho que tem uma doença rara e muito grave. Eles vivem em  lugares desabrigados, dormindo não muito tempo em um único lugar, e  lutando todos os dias por comida.

      A garota de 16 anos , desesperada, tenta sua última jogada nesse perigoso jogo, e parte para  a Prime Destinations, o banco de corpos, em Beverly Hills, uma empresa secreta que aluga os corpos dos adolescentes,  para os Enders, velhos sedentários (com mais de 100 anos que desejam voltar para seus tempos de glória).  Ganhando uma pequena fortuna, Callie tem que se submeter  a uma cirurgia onde um micro chip será colocado em seu cérebro, fazendo com que esses tais Enders possam entrar na mente da garota,  e usar o corpo dela como se fossem deles próprios, durante isso  ela estaria apenas dormindo. Teoricamente era fácil, rápido e indolor. Mas não é bem isso que acontece.

      O contrato com a empresa consiste em três aluguéis , Callie já tinha feito dois,  no meio do terceiro aluguel, repentinamente, volta  para seu corpo e acaba descobrindo que a Ender que a alugara tinha  planos bem obscuros  e que a Prime Destinations não era  bem o que aparentava ser.

     A história além de ser cheia de reviravoltas e suspenses, nos prende do começo ao fim, e tem vários altos e baixos, um dos pontos fracos do enredo foi que em algumas partes do livro, a personagem tem algumas atitudes realmente infantis. Possui  uma capa maravilhosa, a confusão amorosa também é boa, porém, não é exatamente o foco principal  da narrativa, mas garante um  toque especial  a história, colocando  algumas  situações de provocações para o leitor , os mistérios e o fim inesperado  também não deixaram a desejar. Essa é uma daquelas histórias que  espera-se ansiosamente pela  continuação.




Dê uma olhada na resenha de continuação de Starters?
Enders: The Clock is Ticking
 
 





Espero que tenham gostado.
Beijoos.





 

Resenha: Sangue Quente

por: Isaac Marion




            Sangue Quente não é um livro comum, apenas pelo fato de ser contado por um zumbi, mas sim, porque o zumbi, é um protagonista,  digamos, diferente .
            R tem um problema: ele é um zumbi, mas não é qualquer zumbi, ele é digamos, um morto recente, que além de ser um mero pedaço de carne morta,  quer falar mais do que apenas cinco sílabas e o mais importante, ele quer se lembrar de seu nome e de como era sua vida antes do mundo ser destruído. Ele tem um amigo, o  M , os dois moram em um aeroporto junto com outros zumbis,  e os Ossudos (zumbis em diferentes estados de deterioração), incluindo alguns mais velhos que são puros ossos. Os zumbis caçam humanos, e claro, como um bom e velho zumbi, eles comem seus cérebros, e começam a ter flashes de como era a vida de cada vítima.



           Bem, a nossa história começa quando R e seu bando de zumbis vão a cidade procurar comida, e  lá ele encontra Julie, a namorada de uma de suas vítimas, atormentado pela sua consciência, ele decide ajudar a garota. R leva Julie para o aeroporto, em sua casa,  que era um avião, lá os dois começam a conviver entre si em harmonia, e então o zumbi começa a demonstrar sintomas de que estava realmente mudando: R sentia borboletas no estômago cada vez que olhava para ela, sim, isso não é uma coisa normal de zumbis, estava começando a sentir algum tipo de sentimento em relação a Julie e após muito esforço consegue pronunciar frases inteiras.
            R provoca uma revolução gigantesca entre os humanos, ele começa a mostrar a eles então,  que o mundo não estava perdido e que eles podiam sim, mudar. 

      
        Sangue Quente é realmente um livro muito bom , dentro deste universo paralelo de zumbis e humanos, que a  maioria dos filmes de terror nos oferece. Ele se torna muito engraçado, assustador e que  te prende do início até o final. Há várias críticas a respeito, dizendo que um livro onde zumbis  que tem sentimentos,  zumbis que tem muita sede de sangue, não se torna uma  obra literária, mas essa é a graça de Sangue Quente, um livro que conta a história de um ser humano capaz de mudar o coração frio de um zumbi.






Espero que tenham gostado galera.
Beijos e até a próxima.




quinta-feira, 11 de julho de 2013

Crítica Filme Dezesseis Luas

               


                O que dizer do filme Dezesseis Luas? Minha opinião? Foi simplesmente a pior adaptação feita de um livro depois de Percy Jackson. Dezesseis Luas é um livro realmente bom, um dos que eu mais gostei, mas uma péssima adaptação.

                O filme é totalmente diferente do livro, o que mais me deixou irritada foi o fato de que o final não é “extamente” igual a do livro, tiraram personagens, alteraram a ordem dos fatos , botaram atores muito diferentes do que deveriam ser, enfim um fracasso total.




                Bem, a história se passa em Gatlin, um pequeno vilarejo na Carolina do Sul, o protagonista é Ethan Wate (interpretado por Alden Ehrenreich, me diz da onde tiraram esse ator? Muito nada a ver com o personagem, mas tá né). Lena Duchenes chega à cidade para morar com o seu tio , ela é uma garota totalmente diferente e que esconde alguns segredos, no decorrer da história ela revela que é uma Conjuradora, um tipo diferente de bruxa, os dois começam a se aproximar mas Ethan precisa ficar longe dela por se tratar de uma maldição, porém ele não consegue.

                Ok, até então tudo bem, a atriz que escolheram para interpretar Lena foi Alice Englert, que na minha opinião foi uma péssima atriz, sem emoção alguma em relação ao personagem, o único ator do qual eu realmente gostei foi Jemery Irons , que interpretava Macon Ravenwood o tio de Lena, que ficou exatamente como eu imaginei que seria. O cenário deixou a desejar, digo isso porque poderiam ter feito melhor, acho que eles pensaram que já que tiraram alguns personagens poderiam tirar alguns lugares da história também, além de que o figurino não foi aquilo tudo.
 
 

       Mas voltando a história, Lena era uma conjuradora e como todo conjurador ela iria ser invocada para as Trevas ou para a Luz quando fizesse dezesseis anos, dai o nome do livro, mas o que me deixou irritada foi que esse momento era o mais importante da história e deveria ter mais ênfase mas não foi o que aconteceu, passou muito rápido no filme e acabou sendo totalmente diferente do livro, não havia nada de igual e não sei o porque que o diretor acabou dando fim em um personagem nesta hora.

                Mas enfim, houve muitos personagens e fatos tirados do filme que eram importantes na descoberta dos mistérios da história e que eram importantíssimos no segundo livro também, o filme resultou em uma longa com muita pouca emoção e muito rápido para um livro de tantas páginas. Estou rezando para que não resolvam fazer o segundo filme também, acho que eu não aguentaria ver tanto fracasso de novo.


 
 
 
 
 
Espero que tenham gostado.
Beijos...
 

 
 
 
 

sábado, 29 de junho de 2013

Noite de Autógrafo com Eduardo Spohr




           Aconteceu no último dia 15, a noite de autógrafos com o autor Eduardo Spohr, no shopping Beiramar, aqui em Florianópolis. Dono de várias piadinhas, e se auto identificar como nerd, o papo com Spohr não decepcionou ninguém.

         
          O autor veio a Floripa para divulgar seu mais recente livro, Filhos do Éden : Anjos da Morte, segundo livro da série Filhos do Éden.  A Batalhado Apocalipse , Protocolo Bluehand: Alienígenas, Filhos do Éden: Herdeiros de Atlântida, são outros títulos do tão aclamado autor.
 

           Spohr já participou  do podcast Nerdcast, na qual , pode se dizer assim,  ampliou a sua gama de possíveis leitores. O autor além de ser super gente boa,  respondeu a todas as perguntas, e fez diversas brincadeiras, muitas vezes até elogiando as blusas dos participantes  que iam com o slogan  Nerdcast impresso. Siiiiimm, eu fui, eu tenho o exemplar de A Batalha do Apocalipse,  é tão lindo *--*,  o autor ainda escreveu  um  beijo do nerd Eduardo Spohr”... é ou não é um fofo ?
 
 

  
 




Espero que tenham gostadoo.
Beijinhos.


 

 
       

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Resenha: Clarissa - Erico Verissimo

Autor: Erico Verissimo


Clarissa tem 13 anos. Cresceu em um sítio com os pais mas teve que se mudar para a cidade grande  e viver na pensão da tia, Dona Eufrasina, para estudar em uma boa escola e se tornar professora. Só então voltaria para o interior para exercer a profissão.

"Fora, o luar cresce, tênue, inundando a paisagem.Clarissa infla as narinas. Parece-lhe que o luar tem um perfume todo especial. Se ela pudesse pegar o luar, fechá-lo na palma da mão, guardá-lo numa caixinha ou no fundo de uma gaveta para soltá-lo nas noites escuras…"

Ela, uma garota despreocupada, vive brincando no jardim da pensão e distribuindo alegria por onde passa.
Curiosa, vai descobrindo os detalhes do mundo no decorrer da história. Começa a protestar, a questionar as coisas. Como por exemplo o por quê de o vizinho do lado ser pobre e não poder andar por conta de um acidente enquanto os vizinhos do lado oposto eram ricos,com filhos saudáveis e uma vida aparentemente perfeita.
 Por que Deus permitia tais coisas?

O livro é cheio de personagens e mostra os sentimentos e pensamentos de cada um deles detalhadamente. 
Na pensão, entre tantos hóspedes, vive Amaro, um homem solitário, calado e deprimido que passa seus dias tocando musicas tristes em seu piano, trancado no quarto.

Mas, de alguma forma, há algo em Clarissa que o deixa intrigado, toda a felicidade na garota, exatamente o oposto dele, o faz gostar cada vez mais dela.


Clarissa finalmente completa 14 anos e tem a permissão da mãe para usar sapatos de salto alto, o que na época, significava que ela estava se tornando mulher.

Para Amaro essa mudança é gigantesca, a garota teria mudado completamente da noite para o dia?
Um certo interesse começa a surgir dentro dele, que sabe que esse amor seria impossível,ele teria que deixá-la viver a própria vida,do seu jeito, sem saber de seu amor.

"O olhar morto passeia em torno, vê as imagens familiares: a cama desfeita, os livros da noite, empilhados sobre o mármore da mesinha-de-cabeceira, a escrivaninha com papéis em desordem; nas paredes brancas, a máscara mortuária de Beethoven e o espelho oval por cima da pia, o espelho que rebrilha, refletindo na superfície lisa o semblante dum homem triste..."


Espero que tenham gostado da resenha :)
beeijos








segunda-feira, 27 de maio de 2013

Resenha Um Porto Seguro


De:  Nicholas Sparks


"O lugar mais seguro pra você, é aqui comigo"








   Um romance perfeito, um casal feito um para o outro, uma vida perfeita. Esse é o resumo do breve começo dos apaixonados Erin e Kevin. Mas nem tudo são flores com o passar do tempo. Ele, policial da Filadélfia, Ela, dona de casa. A vida era perfeita, o casamento fora perfeito, até que começam as brigas, as bebidas, as surras, os roxos se transformando em verde e se espalhando pelo seu corpo. Mas, o que ela poderia fazer, a quem poderia recorrer, à polícia? Quem acreditaria que o policial perfeito batia na sua mulher ao chegar em casa.


    Erin, já cansada de sofrer por um casamento arruinado, foge de sua casa, foge de sua vida, foge não por algo melhor, não pela esperança de que seu sofrimento acabe, porque afinal ela sabe que não vai acabar, por isso troca de nome, tinge os cabelos loiros de castanhos e foge. Foge para  a pacata Southport na Carolina do Norte, em busca de uma nova vida, mesmo sem dinheiro para comprar um carro ou alugar um apartamento  descente.

   Na cidade, Erin, que agora se chama Katie, trabalha como garçonete em um restaurante não muito conhecido, mora sozinha em uma quitinete, e faz de tudo para não criar relações com ninguém, pois afinal o quanto menos a conhecerem mais segura ela estará.

   Com o passar do tempo, Katie baixa a guarda e se deixa levar, começando uma amizade com sua vizinha Jo, que a ajuda a esquecer os seus traumas do passado. Tendo isso na mente, ela começa a se abrir também para os moradores próximos, e isso significa conhecer Alex, o dono de uma pequena conveniência, viúvo e pai de dois filhos, Kristen e Josh. Com o convívio, a garota percebe que não é a única que sofre por amor, que não é a única com marcas profundas em seu passado.

   A história é toda contada em terceira pessoa, uma das coisas que mais me deixou com um pé atrás, mas quando se trata de Nicholas Sparks, tudo é diferente. Com um final irresistível e surpreendente, o autor tira o nosso fôlego com as suas últimas páginas. E  o que mais nos surpreende é o tom de suspense no final. Eu realmente não esperava um final como esse.  Para os fãs do Sparks, esse final vai deixar muita gente de boca aberta.

  O filme baseado no livro, lançou mês passado aqui no Brasil, e para os que estão mega ansiosos para ver como mais uma história do Nicholas será retratada no cinemas, assim como eu, não percam tempo.









 Segue o trailer:




"O amor não significa nada se você não está disposto a fazer um compromisso sério, e você não pode pensar no que você quer, e sim no que ela quer. Não agora, mas no futuro." 





Espero que tenham gostado.
Beijoos, 


De: Karolina A.


sábado, 25 de maio de 2013

Liberte Meu Coração - Meg Cabot

Autora: Meg Cabot



No meio do século XIII,na Inglaterra, Finnula tem 17 anos e diferente das outras mulheres,não se preocupa em procurar um marido e ficar o dia inteiro em casa fazendo trabalho domestico e cuidando de crianças.
                                        
    No lugar de vestidos e sapatos desconfortáveis ela usa botas e calças de couro e como quase todas as personagens da Meg,ao em vez de ser uma garota meiga e bem educada para a época ela simplesmente caça nas terras do conde com seu arco e flecha para levar comida à família.


       Tudo isso muda quando a garota decide tomar uma atitude drástica após descobrir que sua irmã está     gravida e não tem dinheiro para o dote pois gastou tudo em vestidos e bugigangas.
      A unica opção então,é sequestrar um rico cavaleiro e esperar pelo resgate.


Hugo estava na chuva, olhando para as duas mulheres que o olhavam pesarosamente da entrada da casa protegida da chuva...
- Bem, se a senhora limpá-lo um pouco, talvez não fique tão ruim assim. – Finnula pareceu em dúvida. – Quero dizer, ele é terrivelmente grande, mas, com um corte de cabelo e sem essas roupas horríveis, talvez possa parecer apresentável.
Finnula franziu o nariz.
- Você é uma mulher generosa, Mavis.”



É claro que no decorrer da história há uma historia de amor entre os dois.
 Mas há um grande problema, Finnula não sabe que acabou 
de sequestrar o filho do falecido Lorde Geoffrey e que na verdade ela é sua vassala.


Meg cria cenas envolventes e é realmente um livro muito 
bom e rápido de ler.
Vale a pena !

Espero que gostem da resenha, beeijos.


Bruna G.






sexta-feira, 12 de abril de 2013

Filme City of Bones


Táa quaaaaase , o trailer do filme já foi divulgado a muito tempo, mesmo assim, não me canso de ver de novo e de novo.

Faz um tempo que a autora Cassandra Clare lançou o primeiro de seis que consistem na série mas já conseguimos ver o grande sucesso que está se tornando.
Infelizmente teremos que esperar até  23 de agosto deste ano para vermos o tão esperado filme, mas para matar a vontade, ai vai o trailer:


Seerá que Cidade dos Ossos irá substituir os grandes sucessos de Harry Potter e Crepúsculo ? Afinal, nós temos dois grandes clãs de fãns orfãos, e eles tem que migrar para algum lugar, né..


                                                 Cidade dos Ossos


Bom, de elenco nós temos:

                            
                               Lily Collins             Jamie Campbell Bower      
                                 Clary Fray                       Jace Wayland                

 




       Kevin Zegers                    Jemima West             
Alec Lightwood                   Isabelle Lightwood

   


 Robert Sheehan              Godfrey Gao 
                  Simon Lewis                    Magnus Bane                 

        




          Lena Headey                  Jonathan Rhys Meyers
                                Jocelyn Fray                            Valentine

   




Na verdade, eu até gostei do elenco, tirando o nosso querido Jace, que não é bem o eu esperava, maaaaas, sempre me disseram não julgue um livro pela capa haha...
Não sei vocês, mas aqui está todo mundo mega ansioso para o filme, quem sabe até rola uma pré-estreia né...
                                



Espero que tenham gostado galera.

Beijoos, beijos.




       De: Karolina A. e Letícia D.